Loading...

sexta-feira, 23 de março de 2012

São Paulo, el tráfico

El tráfico puede ser infernal. Hay unas leyes que protegen a las personas, pero, los coches siguen con prioridad en las calles.

Me hace gracia la propaganda que dice "peatón, respete el paso para peatones", si, quienes no respetan, son los conductores.

En São Paulo, a cada día dos personas son muertas por coches en el paso peatonal.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Todo cambia...

Todo cambia, ya nos contaba el Carlos, el Carlito sabes? aquél, también llamado de Marx. Él contaba, y otros y otras también, que las relaciones entre tesis y antítesis se van derivando en síntesis, y nuevas tesis y nuevas antítesis...

Habrán cosas que permanezcan? Las latinas y latinos escriben y cantan que el amor no se cambia, incluso por más lejos que nos encontremos. Es cierto, pienso yo. Puede cambiar de muchas maneras en la apariencia, pero, siempre sigue siendo amor.


quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Dias, dias, noites...

Los días llegan, wrappeados para presente.
Al quitar el papeleo, a veces hay buenas sorpresas.
A veces, no.

Ganas de parar un momentico, sólo mirar el Mar del Norte.
Miles de mails esperan la contestación; y qué decirles?
Que el corazón está desordenado, y aún asi, siguiendo unos caminos?

Menos mal que está Guillén, a hacer compania, a soplar los aires cubanos en nuestros oídos.
Caminos largos, ni siempre la eleccion sencilla, en carreteras de muchas curvas.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Egidio Brunetto, presente!

DESPEDIDA



Para Egídio, que em grego, é “aquele que protege"





A Terra hoje se alegra por receber de volta quem a cuidou e protegeu

Como um fruto que amadureceu no galho

Traz a doçura e as sementes para entregar à mãe, aquilo que é seu.

Mas, se ganha a Terra em doçura e qualidade

A humanidade perdem, em ternura e simplicidade.

Perdem os camponeses do mundo

Um criador de gestos tão profundos

Que se guiaram pela solidariedade.

Perdem os movimentos um pouco da paixão;

Perdem os militantes um dedicado irmão

E a classe toda um exemplo de humildade.



Mas não se perde tudo ao morrer

Ganha-se a herança das belas coisas feitas.

O que até aqui pertence somente ao construtor

Agora é de todos em forma de valor.



Ficam lições a serem apreendidas

Ficam memórias a serem recordadas

Ficam virtudes a serem imitadas.



Fica a honra de tê-lo tido como companheiro

Um destacado e pioneiro

Nas relações internacionais.

Viajou o mundo sem saber os idiomas

Levou mensagens trouxe ensinamentos

Trocou sementes, ânimo e alimentos

Mantendo sempre as relações cordiais.



Se os movimentos camponeses têm hoje unidade

Se deve a esta postura de humildade

Que sempre esteve em pauta, mesmo sem discussão.

Deve-se a ti, a herança afetiva

A teimosia e a insistência combativa

De sempre amar e honrar em qualquer parte do mundo

A luta, a liberdade e a revolução.



A história segue; seguimos o cultivo

Você, de algum modo continuará vivo

E acompanhando as gerações de lutadores.

Quando o futuro chegar em meio as flores

E as crianças sorrirem livremente

Saberemos, que através da prática dos valores

Você jamais deixou de estar presente.



Ademar Bogo

Bahia, 29 de novembro de 2011

domingo, 20 de novembro de 2011

Una mañana sin fronteras

Estoy en las profundezas de Estados Unidos.

Recibiendo tanto que falta tiempo para acomodar todo en mi consciencia. Mucha gente buena, amable, hospitalaria. Mucha paisage que nos quita la respiración. Mucho camino.

Mucha saudade...

"Geada fria, café bem quente, muito alvoroço", que bien viene esa canción. Estamos casi en invierno, y los días y noches se hacen más y más fríos.

Mañana seguimos para el sur, a ver si llegamos en el Grand Canyon.

Con todas las ganas, con todas las contradicciones.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Me desordeno, mi amor

ME DESORDENO, AMOR, ME DESORDENO

me desordeno, amor, me desordeno
cuando voy en tu boca, demorada;
y casi sin por qué, casi por nada,
te toco con la punta de mi seno.

Te toco con la punta de mi seno
y con mi soledad desamparada;
y acaso sin estar enamorada;
me desordeno, amor, me desordeno.

Y mi suerte de fruta respetada
arde en tu mano lúbrica y turbada
como una mal promesa de veneno;

y aunque quiero besarte arrodillada,
cuando voy en tu boca, demorada,
me desordeno, amor, me desordeno.


De Carilda Oliver Labra
http://inmaculadadecepcion.blogspot.com/2004/10/carilda-oliver-labra-me-desordeno-amor.html

Gracias, Mike.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

As contradições do império

Muito interessante as contradições que se ve em Estados Unidos.

Em algum momento espero escrever e refletir mais sobre.

Ao mesmo tempo que em há alguns transportes públicos gratuitos, vários tipos de auxilio-alimentação, entrada gratuita a museos, hortas públicas, há todo um lado retrógrado.

Por exemplo, em alguns estados, como Mariland, é proibido, por lei fazer sexo oral ou anal (!!). A licença maternidade é de no máximo 3 meses. Férias, no geral, de 12 días. Precariedade no trabalho, essa é a norma.

E muita, muita gente boa por aqui. Muita. Humanidade, desprendimento, vontade de construir colectivamente.

É possível viver aqui, é possível fazer amigas e amigos aqui.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

United Workers

Hoje estivemos na abertura da Conferencia por um Desenvolvimento Justo, em Baltimore.

Uma das organizadoras é o Trabalhadorxs Unidxs, United Workers. Uma gente de toda cor e jeito, muitas mulheres, muita juventude, lindo lindo. Me senti em meu lar, me senti junto a irmãs e irmãos Sem Terra.

Logo espero escrever melhor sobre essas experiencias. Por agora, sentindo a garganta começando a reclamar. A mudança de temperatura que me afeta sobremaneira. A previsão de 0° celsius para amanhã e talvez neve. Ok. No problem.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

A liberdade e o sino

Mitos, historias e lendas, ajudam a dar coesão a um grupo.

Em Estados Unidos, também.
Em Filadelfia, está o Sino da Liberdade.

e outras histórias, que hoje não tenho descanso suficiente para contar...

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

La espera 12

Es lunes, de nuevo, y la semana está con una larga agenda.

Ahora, nos faltan... una semana? Justo esa?

Venga, al trabajo, ya queda muy mucho poco!!